Vamos dar as mãos 1,2,3:Atlético goleia o coxa,e fica perto do titulo.


Não teve pra ninguém,o furacão atropelou coxa na baixada,e largou na frente pelo titulo paranaense,com uma goleada de três a zero o rubro negro pode empatar e até perder por 2 gols de diferença que levanta a taça do estadual.Com gols de Thiago Heleno,Ewandro e Hernâni o furacão foi superior toda a partida e atropelou o time verde.

O JOGO:

O técnico Paulo Autuori surpreendeu ao promover algumas alterações não esperadas, como a entrada de Ewandro no lugar de Marcos Guilherme e Hernani na vaga de Jadson, ambos por opção técnica. Com a bola rolando, o clima era tenso em campo, com algumas disputas mais viris. Faísca entre Negueba e Hernani, que levou a pior com um corte na cabeça. Na sequência, Léo e Kléber também trocaram gentilezas. Futebol mesmo somente aos seis minutos, em chute de primeira de Walter que exigiu grande defesa de Elisson.
O Furacão tinha maior posse e tentava pressionar, enquanto o Coxa se postava na defesa. Aos 14 minutos após troca de passes, Pablo arriscou o chute de longe, por cima a meta. Aos 19 minutos, Léo cruzou, Walter se desequilibrou e a bola sobrou para Ewandro, que arrematou com perigo. Em uma rara chegada alviverde, aso 23 minutos, Kléber ensaiou um chute e foi travado por Paulo André.
O torcedor, que não lotou a Arena, tentava empurrar, mas o ritmo da partida caiu bastante. Para tentar quebrar um pouco a monotonia, Walter soltou uma bomba, aos 32 minutos, para grande defesa de Elisson. O Atlético tentava ir para o intervalo com vantagem e voltou a acelerar. Aos 42 minutos, Sidcley partiu para a jogada individual e cruzou para Ewandro chegar chutando forte, por cima do gol.
Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. Aos cinco minutos, Reginaldo chutou de longe e mandou por cima da meta. Até que, aos sete minutos, Nikão cobrou falta para Léo, que cruzou na medida para Tiago Heleno testar para o fundo das redes e abrir o placar. O Furacão seguia mais ousado e, aos 10 minutos, foi a vez de Hernani bater de longe e isolar.
Após lançamento para Ewandro, aos 19 minutos, o atacante aproveitou cochilo da defesa para aparecer na frente do goleiro e tocar no canto para marcar o segundo. O Alviverde tentou responder, um minuto depois, com Negueba, que chutou para boa intervenção de Weverton. Mas, aos 23 minutos, Hernani cobrou falta com perfeição para fazer o terceiro.
Hernani recebeu o segundo cartão amarelo, aos 30 minutos, deixando o Rubro-Negro com um a menos em campo. Aos 33 minutos, Ruy partiu em velocidade, mas se precipitou e chutou de longe, sem perigo. Aos 41 minutos, Ruy cobrou fala e Pablo subiu no segundo andar para afastar o perigo da área atleticana. O Furacão soube administrar o resultado e saiu de campo com grande vantagem para o segundo jogo.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 3 X 0 CORITIBA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 1º de maio de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva
Cartões amarelos : Deivid, Paulo André, Vilches, Weverton e Hernani (Atlético-PR); Reginaldo, João Paulo e Vinícius (Coritiba)
Cartão vermelho : Hernani (Atlético-PR)
Gols
ATLÉTICO-PR: Thiago Heleno, aos 07 minutos, Ewandro, aos 19 minutos e Hernani, aos 23 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo (Cleberson), Paulo André, Thiago Heleno (Vilches) e Sidcley; Hernani, Deivid, Pablo e Ewandro (Jadson); Nikão e Walter
Técnico: Paulo Autuori
CORITIBA: Elisson; Reginaldo, Juninho, Luccas Claro (Walisson Maia), Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Thiago Lopes (Ruy); Vinícius (Leandro), Negueba e Kleber Gladiador.
Técnico: Gilson Kleina
Veja os gols da vitória atleticana: