Virada no litoral:Deivid marca duas vezes,e furacão vence o Rio Branco de virada.


Em jogo marcado por muita chuva,e um gramado muito castigado o Atlético conquistou sua terceira vitória seguida no estadual,dessa vez contra o Rio Branco em Paranaguá debaixo de muita água no litoral do estado.Após sair perdendo para o time do litoral o furacão se impôs e com dois gols do volante Deivid conseguiu chegar a virada e a vitória na próxima rodada o rubro negro encara o JMalucelli no ecostádio com mando do furacão.

O JOGO:

Logo no primeiro lance da partida, polêmica. Marcos Guilherme entrou a área, foi travado e ficou no chão pedindo a penalidade, não marcada. O gramado era pesado por conta da chuva e as arquibancadas quase vazias por conta do dia, do horário e da epidemia de dengue em Paranaguá. Clima pouco propício para o futebol. Aos cinco minutos, Vinícius cobrou falta e desequilibrado André Lima desviou para fora.
Entretanto, após um cochilo da zaga atleticana, Ratinho cobrou falta, aos 12 minutos, e Douglas apareceu soinho para abrir o placar para o Leão da Estradinha. Foi o primeiro gol que o Furacão tomou em 2016. O Atlético tentou reagir rápido. Aos 20 minutos, Eduardo fez o levantamento, Edvaldo afastou nos pés de Vinícius, que carimbou a marcação, assim como Sidcley na sobra.
O gol de empate estava próximo. Aos 30 minutos, Paulo André aproveitou cobrança de escanteio e testou para fora. Até que, aos 39 minutos, Paulo André chutou em cima da marcação e, na sobra, Deivid soltou o pé, de primeira, para fazer um belo gol e deixar tudo igual.
Depois do intervalo, as equipe retornaram sem mudanças. E a virada veio rápido. Aos quatro minutos, Edvaldo tirou cruzamento de soco e, na sobra, Deivid desta vez chutou rasteiro para fazer o segundo dele. A defesa do Rio Branco espanou aos sete minutos e André Lima quase aproveitou dentro da área.
O Furacão seguia pressionado, embora com mais prudência por conta das condições do gramado. Aos 14 minutos, Paulo André lançou André Lima, que completou fraco, fácil para Edvaldo defender. Aos 25 minutos, Roberto cobrou falta no ângulo e a bola tirou tinta da trave.
Os jogadores estavam fisicamente esgotados, o que aliado ao gramado deixava o jogo tecnicamente fraco. Aos 30 minutos, Ratinho cobrou falta na área e Paulo André testou para afastar o perigo. Aos 37, após cobrança de escanteio, Cryzan apareceu para completar, mas a defesa conseguiu cortar.

RIO BRANCO 1 X 2 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Fernando Charbub Farah, em Paranaguá (PR)
Data: 10 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Marcelo Pavan (PR)
Cartões amarelos : Eduardo e Vilches (Atlético-PR)
Gols
RIO BRANCO: Douglas, aos 12 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Deivid, aos 39 minutos do primeiro tempo e aos 04 minutos dos segundo tempo
RIO BRANCO: Edvaldo, Lito, Marcão, Alisson e Henrique Pedrozo; Paulo Henrique, Marcos Paulo (João Paulo), Danilo Rios (Rodrigo Jesus) e Ratinho; Douglas e Diogo (Lucas Barreto).
Técnico: Allan Aal


ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Vilches, Paulo André, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius (Hernani), Marcos Guilherme, Sidcley (Ewandro) e André Lima (Cryzan).
Técnico: Cristóvão Borges
Veja os gols do jogo: