Derrota na Vila:Atlético é derrotado pelo Paraná.


Em jogo disputado na Vila Capanema,o furacão foi derrotado pelo Paraná por 1a0 e perdeu a oportunidade de se aproximar da liderança,mesmo com maior posse de bola e jogando com um jogador a mais no segundo tempo o rubro negro conseguiu furar a defesa paranista e saiu derrotado.Na próxima rodada o rubro negro recebe na arena o Foz Do Iguaçu.

O JOGO:

A primeira etapa foi muito equilibrada, ambas as equipes se projetaram ao ataque. Mas durante a maior parte do tempo, os jogadores não conseguiram finalizar. O Atlético Parananense começou com uma certa superioridade, logo de cara cobrou dois escanteios, mas não teve chances claras de gol, assim como a equipe mandante, que também teve problemas para finalizar. Desta maneira, os jogadores seguiram para o vestiário com o 0 a 0 no placar.
No segundo tempo, foi o Paraná que entrou forte e logo aos 3 minutos marcou após bela jogada de Robson, que dominou o chute fraco de Válber, cortou o zagueiro Vilches e arrematou no cantinho. Logo após o gol, o time do técnico Claudinei Oliveira perdeu Zé Roberto, que fez dura falta em Vinicius e levou o segundo amarelo.
Em vantagem numérica, o Atlético foi para cima e se manteve a maioria da etapa final em seu campo de ataque, teve muitas chances, acertou uma bola no travessão com André Lima aos 36 minutos, mas não conseguiu empatar. O duelo terminou 1 a 0. O goleiro Weverton foi expulso após o encerramento da partida.
Ficha Técnica:
PARANÁ CLUBE 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 28 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Ivan Caralos Bohn e Luciano Roggenbaum
Cartões amarelos: Fernandes, Zé Roberto e (Paraná); Deivid, Anderson Lopes e Jean (Atlético-PR)
Cartões vermelhos: Zé Roberto (Paraná); Weverton (Atlético-PR)
Gols:PARANÁ: Robson aos três minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR:
PARANÁ CLUBE: Marcos; Nei, Zé Roberto, Alisson e Fernandes; Jean, Anderson Uchoa, Válber (Dick) e Nadson; Robson e Toni (Basso)
Técnico: Claudinei Oliveira
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Christián Vilches, Paulo André e Sidcley; Deivid (André Lima), Otávio e Vinícius; Anderson Lopes, Crysan (Nikão) e Walter.
Técnico: Cristóvão Borges
Veja como foi o jogo:

Para voltar a vencer:Atrás da reabilitação,Atlético enfrenta o Paraná na Vila.


Na noite desse domingo,o furacão vai a campo buscar reabilitação dentro do campeonato Paranaense,após duas rodadas com empates o furacão enfrenta o Paraná Clube um concorrente direto já que o adversário é vice líder da competição,já que o JMalucelli com a vitória desse sábado assumiu a ponta de maneira provisória.Além disso o furacão vem embalado após a vitoria na primeira liga durante a semana e aposta no bom retrospecto contra o tricolor para vencer e seguir na cola pela primeira colocação na tabela,dessa forma o técnico Cristovão Borges deverá ter força máxima para encarar o time tricolor.

O TIME:

Para a partida,o treinador tem sim duas dúvidas para montar o time mas devido ao número de opções isso por que no meio campo Marcos Guilherme ou Crysan deve iniciar jogando ao lado de Vinicius a outra dúvida vem entre Anderson Lopes e Sidcley que entrou bem durante a semana pela Primeira Liga.Dentro os 20 relacionados para a partida outro que ficará disposição novamente é Nikão que já havia sido relacionado contra o Criciúma a mais uma vez fica a no banco no restante o time deverá ser o mesmo da última partida.

O Paraná Clube.

Após derrota no meio de semana para o Londrina,o Paraná aposta no bom momento como mandante para vencer o Atlético e retomar a liderança do estadual,o técnico Claudinei Oliveira que apesar da derrota aprovou o desempenho do tricolor contra o Londrina ainda têm duvidas para escalar o time que vai a campo isso por que,um dos principais jogadores do time o atacante Lúcio Flavio virou dúvida durante a semana e caso não possa jogar Toni deve ser o titular,outra dúvida está na lateral direita entre Dick e Nei aquele mesmo que já defendeu o rubro negro dessa forma uma provável formação do Paraná é:Marcos; Dick (Nei), Alisson, Zé Roberto e Fernandes; Jean, Anderson Uchôa, Nádson, Válber e Robson; Lúcio Flávio (Toni).

Ficha Técnica:
PARANÁ CLUBE X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 28 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Ivan Caralos Bohn e Luciano Roggenbaum
PARANÁ CLUBE: Marcos; Nei, Zé Roberto, Alisson e Fernandes; Jean, Anderson Uchoa, Valber e Nadson; Robson e Lúcio Flavio (Toni)
Técnico: Claudinei Oliveira
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Christián Vilches, Paulo André e Roberto; Deivid, Otávio e Vinícius; Anderson Lopes (Marcos Guilherme), Crysan (Sidcley) e Walter
Técnico: Cristóvão Borges
Relembre Atlético e Paraná em 2015.



Festa com vitória:Otávio maraca e Atlético derrota o Criciúma.


furacão derrotou o Criciúma por 1a0 na arena da baixada pela primeira liga,em um jogo festivo marcado pela estréia do gramado sintético no caldeirão o rubro negro encontrou um jogo difícil diante os catarinenses,e com gol do volante Otávio garantiu os três pontos em casa.Agora o furacão volta a campo no próximo domingo diante o Paraná Clube na Vila Capanema.

O JOGO:

 A festa acabou quando a bola rolou e os times partiram em busca dos três pontos. Logo no primeiro minuto, Otávio pegou sobra de bola e testou Luiz, que foi muito bem, encaixando a bola. Aos cinco minutos, Vinícius recebeu a bola e bateu de primeira para boa defesa de Luiz. Só dava Furacão na Arena e, aos 11 minutos, Cryzan subiu na área para testar pela linha de fundo.
Apesar da pressão atleticana, o jogo não era dos melhores, um pouco truncado. Walter não tinha muito espaço para jogar, mas ainda assim deu uma boa assistência para Cryzan, aos 19 minutos, em mais uma cabeçada para fora. O atacante rubro-negro tentou partir para a jogada individual, aos 25 minutos, fintou duas vezes e bateu raspando a trave.
A primeira finalização do Tigre aconteceu apenas aos 27 minutos, com Marlon, que arriscou de longe, sem perigo algum. Luiz voltou a trabalhar bem aos 29 minutos, em arremate de Walter. O Criciúma perdeu Jheimy por lesão aos 34 minutos, Ricardinho, ex-Paraná, entrou.  A torcida chegou a soltar o grito, aos 45 minutos quando Walter lançou Eduardo, que chutou na saída de Luiz na rede, mas pelo lado de fora.
Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. Novamente pressionado, o Furacão foi para o ataque e, aso dois minutos, após confusão na área em cobrança de escanteio, a bola carimbou a trave. Na resposta, Eduardo Guedes recebeu e arriscou o chute em cima da defesa.
O torcedor tentava empurrar o Rubro-Negro fora de campo, tentando deixar o time mais aceso. Aos 15 minutos, Vinícius cobrou falta, Walter bateu cruzado, a bola desviou, entrou no gol, mas o árbitro anulou marcando o impedimento.  Aos 18, Vinícius tabelou com Nikão e chutou fraco, fácil para Luiz. Preocupado com o lado esquerdo do time, Cristóvão Borges colocou em campo Sidcley e Nikão.
Mostrando ansiedade, o Atlético não conseguia criar mais com eficiência. Aos 29 minutos, Elvis arriscou de muito longe e isolou. O troco veio com Walter, que dominou na entrada da área e finalizou nas mãos de Luiz. A última aposta de Cristóvão foi a entrada de André Lima. E foi o atacante que tocou para trás aos 41 minutos e viu o chute de Otávio, que acertou o ângulo, marcou o primeiro gol da nova Arena com gramado sintético, garantiu a vitória e a festa do torcedor.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 x 0 CRICIÚMA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 24 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jeferson Antônio da Costa (MG)
Assistentes: Magno Arantes Lira (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Cartões amarelos :  Deivid (Atlético-PR); Diego Giaretta, Douglas Moreira e Rafael Silva (Criciúma)
Gol:
ATLÉTICO-PR: Otávio, aos 41 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Christián Vilches, Paulo André e Roberto (Sidcley); Deivid, Otávio e Vinícius; Cryzan (Nikão), Anderson Lopes (André Lima) e Walter.
Técnico: Cristóvão Borges
CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Moreira e Elvis (Natan); Roger Guedes, Bruno Lopes (Jefferson) e Jheimy (Ricardinho)
Técnico: Roberto Cavalo
Veja como foi o jogo

Vai ter festa na baixada:Em noite épica,Atlético recebe o Criciúma pela Primeira Liga.


Acabou a espera,nessa quarta feiras a 19:30 o torcedor rubro negro tem encontro marcado com o time,e o melhor encontro no caldeirão em uma noite épica cheia de expectativa e atrativos a principal delas sem dúvidas a inauguração do gramado sintético uma inovação do rubro negro no futebol do Brasil.Com tecnologia aprovada pela FIFA o gramado sintético da arena é muito semelhante a um gramado natural e durante a semana os atletas do furacão já puderam pisar no novo gramado do estádio.Além disso,outro atrativo fica pela promoção da diretoria que colocou ingressos a trinta reais para a torcida que esgotou os bilhetes isso para bater recorde d e público na arena da baixada a promessa é de uma enorme festa diante o Criciúma.

O TIME:

Em relação ao time que entra em campo,o técnico Cristovão Borges deve voltar com a formação da equipe que atuou nas primeiras partidas da temporada,isso por que Paulo André poupado na última rodada retorna a defesa o mesmo acontece com Christian Vilches. Mas a grande novidade é a volta dele Walter que após ficar um tempo aprimorando sua parte física estará em campo na noite dessa quarta feira e ganha a vaga de André Lima que vai para o banco de reservas.

O Criciúma:

Buscando um bom resultado,o tigre deu um tempo no estadual e pena na primeira liga,comandado por Roberto Cavalo o time não deverá ter mudanças em relação ao jogo contra o Guarani-SC pelo estadual no último fim de semana,sendo assim uma provavél formação do tigre é: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Diego Giaretta, Marlon; Barreto, Dodi, Elvis; Roger Guedes, Bruno Lopes e Jheimy

Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR x CRICIÚMA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 24 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jeferson Antônio da Costa (MG)
Assistentes: Magno Arantes Lira (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Christián Vilches, Paulo André e Sidcley (Roberto); Deivid, Otávio e Vinícius; Marcos Guilherme (Ewandro), Anderson Lopes e Walter (André Lima)
Técnico: Cristóvão Borges
CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Diego Giaretta, Marlon; Barreto, Dodi, Elvis; Roger Guedes, Bruno Lopes e Jheimy
Técnico: Roberto Cavalo
Relembre o último duelo entre Atlético e Criciúma.


Empate amargo:Atlético vira o jogo,mas cede o empate no fim.


Em jogo movimentado na cidade de Toledo,o furacão ficou no empate em 2a2 com o Cascavel,após sair perdendo e conseguir a virada com gols de Vinicius e Crysan o furacão não conseguiu segurar a pressão do time do interior e acabou levando o gol de empate.Com o resultado o rubro negro vai a onze pontos e fica na segunda colocação na tabela,agora o furacão volta a campo na próxima quarta feira contra o Criciúma pela Primeira Liga em seu recontro com a arena da baixada.

O JOGO:


O Rubro-Negro tentou encaixar o primeiro ataque aos dois minutos, com André Lima sendo lançado, mas não alcançando a bola, que ficou com o goleiro Vinícius. Na resposta, Romarinho cruzou fechado e Cleberson se esticou para tirar de cabeça. Aos 11 minutos da entrada da área, Léo Maringá cobrou falta e a bola subiu demais.
No entanto, aos 13 minutos, Batista desceu com a bola, abriu espaço e chutou no cantinho, de fora da área, para abrir o placar. O Furacão acordou após o gol e, aos 23 minutos, Eduardo ganhou da zaga e fez o cruzamento para Vinícius, que testou firme para deixar tudo igual. O jogo era bastante movimento e equilibrado.
O Cascavel chegou a marcar mais um com Vit, que fez a festa no meio da defesa e chutou no ângulo, mas o árbitro anulou o gol anotando o impedimento. O time da casa tinha um bom toque de bola e chegou com perigo mais uma vez aos 41 minutos, com Batista, que recebeu na entrada da área e bateu para defesa de Weverton. O Atlético respondeu, primeiro com Anderson Lopes, depois com André Lima, ambos de cara para o gol, ambos chutando para fora.
Depois do intervalo, o Furacão voltou com Cryzan no lugar de Marcos Guilherme. Com a bola rolando, logo no primeiro minuto, Cryzan dividiu no ar com a defesa adversária e carimbou o travessão. A Serpente deu o troco, aos sete minutos, com Batista, que subiu com liberdade e tocou de cabeça para fora, com muito perigo.
O Atlético, na base da força física, tentava crescer em campo e pressionar. Aos 12 minutos, Anderson Lopes dominou no meio da área e foi desarmado no momento do giro. Escanteio para o Atlético, Cleberson subiu na área e testou para defesa tranquila de Vinícius. O Rubro-Negro apostava no chuveirinho e, aos 24 minutos, Anderson Lopes teve mais uma chance, mas perdeu a dividida com a defesa.
Anderson Lopes entrou pelo lado direito, chutou duas vezes e Vinícius salvou, cedendo escanteio. Depois da cobrança, aos 32 minutos, Cryzan subiu para marcar e colocar o Furacão na frente no placar. Aos 37 minutos, Otávio chegou a driblar o goleiro que se recuperou e com um tapa salvou o Cascavel. Aos 45 minutos, Romarinho teve a chance de empatar, mas o chute foi pela linha de fundo. Porém, aos 48 minutos, após cobrança de escanteio, Eduardo empurrou para as próprias redes.
Ficha Técnica:
CASCAVEL 2 X 2 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio XIV de Dezembro, em Toledo (PR)
Data: 21 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto
Assistentes: Bruno Boschilia e Rafael Trombeta
Cartões amarelos : Henrique (Cascavel); André Lima, Vinícius e Eduardo (Atlético-PR)
Gol
CASCAVEL: Batista, aos 13 minutos do primeiro tempo e Eduardo (contra), aos 48 mintuos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Vinícius, aos 23 minutos do primeiro tempo e Cryzan, aos 32 minutos do segundo tempo
CASCAVEL: Vinícius; Romarinho, Americo, Henrique e Dener; Sorbara, Everton, Batista (Marcelinho) e Léo Maringá (Guilherme); Grafite (Morato) e Vit
Técnico: Karmino Colombini
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius e Marcos Guilherme (Cryzan); Anderson Lopes e André Lima (Ewandro)(Jadson).
Técnico: Cristóvão Borges
Veja os gols do jogo:


Reabilitação:Atlético enfrenta o Cascavel atrás da vitória.


Após o empate sem gols na rodada passada jogando com seu mando,o furacão busca longe da sua torcida voltar a vencer no estadual e voltar a liderança do campeonato,na tarde desse domingo o rubro enfrenta o Cascavel em  Toledo pra recuperar os pontos perdidos na rodada passada.Para a partida a principal aposta do técnico Cristovão Borges é a manutenção da equipe que vem jogando as partidas anteriores e espera um bom resultado diante do time do Cascavel.

O TIME:

Embora não deva fazer muitas mudanças duas delas são certas,o zagueiro Paulo André será poupado da partida desse domingo e Thiago Heleno Fará sua estréia ao lado de Vilches na defesa.Outra novidade será Anderson Lopes que começara jogando na vaga de Marcos Guilherme já no ataque a novidade e Ewandro ao lado de André Lima,já Sidcley lesionado desfalca o furacão.

O Cascavel:

Com sua casa em reforma,o Cascavel optou por jogar no estádio 14 de dezembro em Toledo,mas mesmo assim o técnico Karmino Colombini espera que o time faça a "lição de casa" e surpreenda o furacão.Para isso o treinador terá uma novidade isso por que o meia Morato foi registrado e fica a disposição para estrear sendo assim o Cascavel deve ir a campo com:Vinícius; Romarinho, Americo, Henrique e Dener; Sorbara, Guaragi, Hildo e Léo Maringá, Everton e Batista

Ficha Técnica:

CASCAVEL X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio XIV de Dezembro, em Toledo (PR)
Data: 21 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto
Assistentes: Bruno Boschilia e Rafael Trombeta
CASVCAVEL: Vinícius; Romarinho, Americo, Henrique e Dener; Sorbara, Guaragi, Hildo e Léo Maringá, Everton e Batista
Técnico: Karmino Colombini
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Vilches, Thiago Heleno, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius, Anderson Lopes, Ewandro e André Lima.
Técnico: Cristóvão Borges

Sem graça:Em jogo fraco,Atlético fica no zero com o JMalucelli.


E o furacão não conseguiu manter o 100% de aproveitamento no estadual,isso por que em um jogo fraco o rubro negro não saiu de um empate em zero a zero com o JMalucelli na tarde desse sábado no ecoestádio em Curitiba,após dois tempos de pouca inspiração das duas equipes ninguém conseguiu tirar o zero do placar e sair vencedor.Na próxima rodada o furacão enfrenta o Cascavel em Cascavel.

O JOGO:

O empate sem gols foi reflexo de um jogo onde as equipes criaram poucas chances e tiveram a pontaria bem longe do ideal. No primeiro tempo, os goleiros pouco trabalharam. Depois do intervalo, a partida ficou mais aberta, mas os dois times seguiram com dificuldade em criar boas jogadas de ataque. A melhor oportunidade do Jotinha foi com Tomas, que ficou de frente para o gol após falha da defesa, mas não conseguiu aproveitar. O Furacão ficou muito perto do gol nos minutos finais, quando Paulo André cabeceou e viu Camargo salvar em cima da linha. Não teve jeito. Era jogo para zero a zero, o primeiro do Paranaense 2016.


Assim como os adversários anteriores do Atlético-PR, o Jotinha se precaveu defensivamente para conter a equipe rubro-negra e protagonizou um duelo truncado desde o primeiro tempo. No segundo, até criou chances para vencer, mas não converteu e safou-se de levar um gol de cabeça do zagueiro Paulo André no final. Luiz Camargo salvou em cima da linha.

Ficha Técnica:


ATLÉTICO-PR 0 X 0 JMALUCELLI
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 13 de fevereiro de 2016, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Rogério Menon da Silva (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Wesley Waldir Marmitt (ambos do PR)
Cartões amarelos: Paulo André e Vinícius (Atlético-PR); Cristovam, Leandro Silva, Wellington e Tomas Bastos (JMalucelli)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Vilches, Paulo André e Roberto; Deivid, Otávio (Hernani) (Jadson), Vinícius e Marcos Guilherme; Sidcley (Anderson Lopes) e André Lima
Técnico: Cristóvão Borges
JMALUCELLI: Fabrício; Cristovam, Diego Alemão, Valdomiro e Leandro Silva; Diego Prates, Wellington (Dinélson), Luiz Camargo e Tomas Bastos (Robinho); Getterson (Neto) e Vandinho
Técnico: Ary Marques

Para manter o embalo:Atlético enfrenta o JMalucelli no Ecoestádio.


Na tarde desse sábado,o furacão volta a campo pelo estadual contra o JMalucelli no ecostádio jogo com mando do furacão,atrás da quarta vitória seguida no campeonato  e buscar a liderança do campeonato o furacão aposta na manutenção da equipe das três primeiras rodadas para conseguiu mais um resultado positivo.Após um jogo complicado contra o Rio Branco o técnico Cristovão Borges espera um jogo mais solto contra o "jotinha" até por que as condições do gramado dessa vez serão mais favoráveis que as de Paranaguá para a partida o furacão não deverá ter novidades.

O TIME:

Para a partida,o furacão deve manter a mesma base das três primeiras partidas,isso por que o time não tem suspensões nem lesões para a partida,lembrando que o volante Barrientos,lesionado e o atacante Walter que ainda aprimora a parte física ainda não estão a disposição.

O JMalucelli:

Apesar de estar com seis pontos e próximo do grupo de cima da tabela,o "jotinha"busca evoluir na competição,sendo assim o técnico Ary Marques espera um bom desempenho e um bom resultado do time contra o furacão e para isso o treinador poderá contar com os atacantes Geterson e Vandinho para enfrentar o rubro negro,dessa forma o jotinha deve ir a campo com:Rodrigo Café; Cristovam, Alex Fraga, Leandro Silva e Diego Prates; Neto, Camargo, Dinelson e Tomas; Geterson e Vandinho

Ficha Técnica:

ATLÉTICO-PR x JMALUCELLI
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 13 de fevereiro de 2016, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Rogério Menon da Silva(PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Wesley Waldir Marmitt (PR)

















Veja como foi Atlético e jotinha em 2015.

Virada no litoral:Deivid marca duas vezes,e furacão vence o Rio Branco de virada.


Em jogo marcado por muita chuva,e um gramado muito castigado o Atlético conquistou sua terceira vitória seguida no estadual,dessa vez contra o Rio Branco em Paranaguá debaixo de muita água no litoral do estado.Após sair perdendo para o time do litoral o furacão se impôs e com dois gols do volante Deivid conseguiu chegar a virada e a vitória na próxima rodada o rubro negro encara o JMalucelli no ecostádio com mando do furacão.

O JOGO:

Logo no primeiro lance da partida, polêmica. Marcos Guilherme entrou a área, foi travado e ficou no chão pedindo a penalidade, não marcada. O gramado era pesado por conta da chuva e as arquibancadas quase vazias por conta do dia, do horário e da epidemia de dengue em Paranaguá. Clima pouco propício para o futebol. Aos cinco minutos, Vinícius cobrou falta e desequilibrado André Lima desviou para fora.
Entretanto, após um cochilo da zaga atleticana, Ratinho cobrou falta, aos 12 minutos, e Douglas apareceu soinho para abrir o placar para o Leão da Estradinha. Foi o primeiro gol que o Furacão tomou em 2016. O Atlético tentou reagir rápido. Aos 20 minutos, Eduardo fez o levantamento, Edvaldo afastou nos pés de Vinícius, que carimbou a marcação, assim como Sidcley na sobra.
O gol de empate estava próximo. Aos 30 minutos, Paulo André aproveitou cobrança de escanteio e testou para fora. Até que, aos 39 minutos, Paulo André chutou em cima da marcação e, na sobra, Deivid soltou o pé, de primeira, para fazer um belo gol e deixar tudo igual.
Depois do intervalo, as equipe retornaram sem mudanças. E a virada veio rápido. Aos quatro minutos, Edvaldo tirou cruzamento de soco e, na sobra, Deivid desta vez chutou rasteiro para fazer o segundo dele. A defesa do Rio Branco espanou aos sete minutos e André Lima quase aproveitou dentro da área.
O Furacão seguia pressionado, embora com mais prudência por conta das condições do gramado. Aos 14 minutos, Paulo André lançou André Lima, que completou fraco, fácil para Edvaldo defender. Aos 25 minutos, Roberto cobrou falta no ângulo e a bola tirou tinta da trave.
Os jogadores estavam fisicamente esgotados, o que aliado ao gramado deixava o jogo tecnicamente fraco. Aos 30 minutos, Ratinho cobrou falta na área e Paulo André testou para afastar o perigo. Aos 37, após cobrança de escanteio, Cryzan apareceu para completar, mas a defesa conseguiu cortar.

RIO BRANCO 1 X 2 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Fernando Charbub Farah, em Paranaguá (PR)
Data: 10 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Marcelo Pavan (PR)
Cartões amarelos : Eduardo e Vilches (Atlético-PR)
Gols
RIO BRANCO: Douglas, aos 12 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Deivid, aos 39 minutos do primeiro tempo e aos 04 minutos dos segundo tempo
RIO BRANCO: Edvaldo, Lito, Marcão, Alisson e Henrique Pedrozo; Paulo Henrique, Marcos Paulo (João Paulo), Danilo Rios (Rodrigo Jesus) e Ratinho; Douglas e Diogo (Lucas Barreto).
Técnico: Allan Aal


ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Vilches, Paulo André, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius (Hernani), Marcos Guilherme, Sidcley (Ewandro) e André Lima (Cryzan).
Técnico: Cristóvão Borges
Veja os gols do jogo:

Para manter o embalo:Atlético enfrenta o Rio Branco em Paranaguá.


Em busca da terceira vitória seguida no estadual,o furacão vai até Paranaguá enfrentar o Rio Branco para manter o bom inicio de temporada após duas vitorias no inicio do torneio.E apesar do favoritismo e do bom inicio todos no furacão esperam um jogo complicado contra o time da estradinha na noite dessa quarta feira.Para isso o técnico Cristovão Borges não deve fazer muitas alterações em relação ao time que venceu o Maringá.

O TIME:

Para a partida,a única dúvida está no ataque entre André Lima e Crysan que vem sendo titular nos últimos jogos,no demais o time deverá ser o mesmo dos dois primeiros jogos Walter que foi apresentado essa semana segue sua preparação na parte física  e logo ficará a disposição.

O Rio Branco:

Em busca de reabilitação no campeonato,o leão da estradinha busca surpreender o furacão jogando em casa,comandado por Alan Aal o leão não faz muitos mistérios para a partida contra o rubro negro e deverá ir a campo com a mesma formação da partida contra o JMalucelli sendo assim o Rio Branco deve ir a campo com:Edvaldo, Lito, Marcão, Alisson e Henrique Pedrozo; Paulo Henrique, Marcos Paulo, Digo e Ratinho; Douglas e Rodrigo Jesus.

Ficha Técnica:

RIO BRANCO X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Fernando Charbub Farah, em Paranaguá (PR)
Data: 10 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Marcelo Pavan (PR)











Relembre Atlético e Rio Branco em 2015.

Com muita chuva:Em jogo pegado e com muita água,Atlético vence o Maringá.


Na noite dessa quarta feira,o rubro negro conseguiu sua segunda vitoria no Campeonato Paranaense dessa vez,o furacão derrotou o Maringá por 1a0 no Ecoestádio com gol do atacante Anderson Lopes que saiu do banco para decidir a partida,que além de truncada foi marcada por muita chuva.Na próxima rodada o furacão encara o Rio Branco em Paranaguá.

O JOGO:

A Zebra mostrou logo no inicio da partida que não assumiria uma postura defensiva e, logo aos dois minutos, criou sua primeira jogada de perigo, com Hélder Santos, que entrou como quis pelo lado esquerdo da zaga, mas exagerou na força na hora de servir o companheiro. Porém, logo o Furacão tomou as ações, empurrando um pouco adversário para seu campo. Aos sete minutos, Marcos Guilherme cruzou fechado e William Menezes fez boa intervenção.
O ataque rubro-negro se movimentava bastante. Aos 14 minutos, Vinícius pegou sobre de bola e bateu para mais uma defesa de William Menezes. O técnico Edson Borges precisou fazer a primeira mudança em sua equipe aos 17 minutos, com a entrada de Alex no lugar de Cleiton. Aos 25 minutos, Jefferson Luzi tentou responder em uma jogada plasticamente bonita, mas o árbitro anulou anotando o lance perigoso do atacante.
O jogo era tenso dentro de campo, com algumas entradas mais fortes entre os jogadores. Aos 36 minutos, Marcos Guilherme fez a jogada, cruzou para Cryzan testar firme, mas em impedimento. O jogo era tecnicamente fraco no Janguitão. O Maringá voltou a parecer em jogada de bola parada, aos 44 minutos, quando Jefferson Luiz cobrou falta nas mãos de Weverton.
Para o segundo tempo, o Furacão entrou com Eduardo e André Lima nos lugares de Léo e Cryzan respectivamente. Aos quatro minutos, Vinicius cruzou fechado, André Lima e Marcos Guilherme se esforçaram, mas ninguém tocou na bola para completar o lance. A chuva apertou na região do Parque Barigui, deixando a disputa tecnicamente ainda pior.
Tentando aproveitar o gramado molhado, Adriano chutou forte em cobrança de falta, aos 18 minutos, Weverton deu rebote e Andrezinho desperdiçou em cima da defesa. Mais mudança no Rubro-Negro, com a entrada de Anderson Lopes no lugar de Marcos Guilherme. Aos 33 minutos, Barcos arriscou o chute de longe, por cima da meta.
O Atlético começou a pressionar. Primeiro com André Lima que tirou do goleiro, mas errou o alvo. Mas, na sequência, aos 34 minutos, Anderson Lopes pegou rebote depois de saída atrapalhada do goleiro e tocou para as redes, abrindo o placar. A Zebra não tinha forças para reagir. Aos 40, Andrezinho tentou um chute de longe, fácil para Weverton garantir mais três pontos.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 X 0 MARINGÁ
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 03 de janeiro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Marcos Rogério da Silva (PR) e Luiz Paulo Galli (PR)
Cartões amarelos : André Lima, (Atlético-PR); Rogélio, Lucas Vieira, Zé Leandro, Jefferson Luiz (Maringá)
Cartão vermelho: Rogélio (Maringá)
GOL: Anderson Lopes, aos 34 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo (Eduardo), Vilches, Paulo André, Roberto; Otávio, Deivid, Vinícius, Marcos Guilherme (Anderson Lopes), Sidcley e Crysan (André Lima).
Técnico: Cristóvão Borges
MARINGÁ: William Menezes; Adriano, Cleiton (Alex), Rogélio e Hélder Santos; Zé Leandro (Bruno Vieira), Maranhão, Andrezinho e Jefferson Luiz; Gabriel Barcos e Lucas Vieira
Técnico: Edson Borges
Veja como foi o jogo:

De volta ao Barigui:Atlético recebe o Maringá em sua volta ao "Janguitão"


Na noite dessa quarta feiras as 19:30,o furacão entra em campo pela segunda rodada do estadual contra o Maringá no Ecostádio,será o reencontro do furacão com o estádio ecológico do Barigui palco de grandes jogos do time atleticano,principalmente na campanha de acesso do furacão em 2012 nessa partida o furacão vai embalado após uma ótima vitória na estréia diante o Operário em Ponta Grossa e busca mais três pontos na tabela.Para a partida o técnico Cristovão Borges não deverá mudar a equipe que enfrentou o fantasma na primeira rodada assim mantendo a equipe.

O TIME:

Para a partida,o treinador fez treinamentos com o mesmo time que enfrentou o Operário,sendo assim a frente formada por Anderson Lopes,Marcos Guilherme e Crysan será mantida já que André Lima mesmo com os gols marcados ficará a disposição no banco de reservas.Quem segue de fora são o lateral Pará que se recupera de lesão o mesmo acontece com o meia argentino Barrientos,já o atacante Walter segue aprimorando a parte física.


O Maringá.

Assim como o furacão,o Maringá estreou com vitória no estadual 1a0 fora de casa contra o Rio Branco,e apesar da vitória suada o técnico Edson Borges aprovou a atuação do time e deverá manter a equipe para encarar o Atlético no Ecostádio a única dúvida fica por conta do atacante Felipe que sentiu dores musculares,e caso não jogue Neilson e Bruno Andrade brigam pela vaga dessa forma o Maringá deve ir a campo com:William Menezes,Adriano,Cleiton,Rogélio e Helder Santos;Zé Leandro,Maranhão,Andrezinho e Olavio;Gabriel Barcos e Felipe(Neilson ou Bruno Andrade)

Ficha Técnica:

Atlético-PR x Maringá.
Local:Ecostádio,Curitiba,Paraná.
Data:03/02/2016
Horário:19:30
Competição:Campeonato Paranaense 2016.
Arbitro:Rafael Traci
Auxiliares:Marcos Rogério da Sila e Luiz Paulo Galli

Atlético-PR:Weverton,Léo,Vilches,Paulo André e Roberto;Otávio,Deivid,Vinicius;Anderson Lopes,Crysan e Marcos Guilherme.

Maringá::William Menezes,Adriano,Cleiton,Rogélio e Helder Santos;Zé Leandro,Maranhão,Andrezinho e Olavio;Gabriel Barcos e Felipe(Neilson ou Bruno Andrade)

Relembre o último duelo entre furacão e Maringá: